sábado, outubro 24, 2015

O MANTO PROTECTOR








O que dizia Vitor Pereira quando telefonava? «Depois do Braga-Benfica de que falei fui nomeado para um Rio Ave-Benfica. Nessa semana ligou-me duas vezes. No último telefonema disse-me que se não fizesse um bom jogo não poderia nomear-me para o Benfica-FC Porto, em abril. Disse-me para ter cuidado e que esse era o jogo do título do Benfica. Disse-lhe que não era, que o Benfica tinha só quatro pontos de vantagem para o FC Porto. E ele respondeu: É muito diferente jogar contra o FC Porto em abril com quatro pontos de diferença e jogar com dois ou um. Isto, segundo o meu ponto de vista, é grave. Estava a referir-se claramente ao Benfica». E como correu esse Rio Ave-Benfica? «O Benfica ganhava 0-1 e assinalei um penálti a favor do Rio Ave. Dei o vermelho ao capitão do Benfica [Luisão] e o Rio Ave deu a volta ao marcador e ganhou 2-1. Acertei nas decisões. Foi um bom jogo. O Vitor Pereira não me ligou mais depois disso. E não me nomeou para o Benfica-FC Porto». Nunca lhe ligou depois disso? «Não. Ele disse-me que o jogo tinha de correr bem para ser nomeado para o Benfica-FC Porto. Fiz um bom jogo e não fui nomeado. Isso quer dizer que para o Vitor Pereira um bom jogo é aquele que o Benfica ganha». Como explica os telefonemas de Vitor Pereira? «Eu e muitos companheiros meus recebemos chamadas do presidente do Conselho de Arbitragem, Vítor Pereira, na semana em que somos nomeados para dirigir jogos do Benfica. Vítor Pereira tem muitos inimigos e muitos opositores, entre eles pessoas do próprio Conselho de Arbitragem e muitos clubes da I Liga. Não o querem ali. O único dos grandes que o apoia é o Benfica». «O Benfica nunca me pediu qualquer favorecimento, Vitor Pereira sim» Os árbitros têm a consciência de que não se podem enganar contra o Benfica? «Não digo que o Benfica pede a Vítor Pereira que este diga aos árbitros para favorecerem o clube. Não estou a dizer isso. O que eu digo é que Vítor Pereira faz isso porque sabe que o Benfica é o único que o apoia. Por isso não quer que um árbitro que desagrade o Benfica apite os jogos desse clube. O Benfica nunca falou comigo e pediu qualquer favorecimento. Mas, Vítor Pereira sim. Na semana em que tinha um jogo do Benfica ligava-me para que eu tivesse cuidado e que o jogo corresse bem. Só fazia isso com os jogos do Benfica. Nunca me ligou antes de um jogo do FC Porto, por exemplo. E fazia isso com muitos companheiros árbitros». É correto afirmar que Vitor Pereira liga aos árbitros para pressioná-los e pedir que tratem bem o Benfica? «Ele só liga aos árbitros antes dos jogos do Benfica. Não o faz para mais nenhum jogo, de nenhum outro clube». Não denunciou estas situações à Justiça? «Denunciei o caso à Federação e a Federação enviou a denúncia ao Comité Disciplinar da Liga. A semana passada dei o meu depoimento». 

Para que conste: Na era de Jorge Jesus, o Benfica ganhou dois campeonatos de forma fraudulenta. O último, com o escândalo do manto protector, com uma primeiro volta a jogar metade do tempo com um jogador a mais, com penalties inexistentes, enfim, com a figura de Vitor Pereira no centro da trovoada, como se começa agora a revelar de forma inequívoca. O outro campeonato frandulento foi o dos túneis, quando o Benfica tomou de assalto a Comissão de Disciplina da Liga através daquele pavão de Coimbra e que suspendeu preventivamente durante 17 jogos  o melhor jogador estrangeiro de sempre em Portugal, para depois essa sanção ser anulada. Ao mesmo tempo que  suspendia durante meia dúzia de jogos outro jogador determinante no Braga - que nesse ano discutia taco-a-taco o campeonato com Benfica e Porto. Curiosamente, os dois campeonatos ganhos por Vitor Pereira (o Treinador do FCPorto) deveriam ter sido ganhos pelo Benfica atenta a  qualidade do futebol praticado. No fim, as contas equilibraram-se, mas não perdoo os 17 jogos em que Hulk esteve impedido de jogar só para o Benfica ganhar vantagem na secretaria. E o ódio suscitado é tão grande que a partir daí, cada vez que Hulk defronta o Benfica ele não joga para ganhar. Joga para humilhar. E os benfiquistas sabem-no. Por isso lhe dirigem tratamento xenófobo a imitar o macaco. 
Tenho pena que as coisas sejam assim. O Futebol é um espectáculo onde os melhores artistas devem jogar. Impedir de jogar o melhor da equipa adversária é a baixesa mais baixinha que existe.

3 Comments:

Blogger Bruno said...

O Benfica e o Socialismo, o futebol e a política, em Portugal, comportam-se como donos da verdade e da vitória. Na ausência aplica-se uma ajudinha e é reposta a mesma.
São todos uns bardamerdas.

16:11  
Anonymous Anónimo said...

Muito bem observado senhor Bruno.
Só uma pequena diferença
Os árbitros eram corrompidos por umas camisolinhas, umas refeições, e uns trocados misturados.
Os socialistas corrompem e são corrompidos; subornam e são subornados; por muitos milhões .
Pequena diferença na lavagem de capitais.

10:55  
Blogger Bruno said...

Trocos depende da bolsa de cada um: ser cimeiro no futebol rentabiliza milhões. Acesso Champions vários milhões; exposição e valorização de jogadores vários milhões. Muito acima até dos números ventilados que os Socialistas roubaram.

Evidentemente há poucos números oficiais sobre a corrupção como sabe. Há camisolas, há robalos, jantares, pequenos almoços e, claro, tudo bons rapazes.

19:54  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home