quarta-feira, junho 18, 2014

A BANHA DA COBRA SOCIALISTA JÁ ESTÁ NA RUA


António Costa, candidato à liderança do Partido Socialista na oposição e que os jornalistas unanimemente já tratam com a reverencia enrabada entre as pernas que sempre dirigem a um primeiro-ministro socialista, anda em campanha   pelo País dizendo coisas, em especial, largando os brocardos maçónicos respeitantes à liberdade dos Povos, à igualdade dos Povos, à felicidadedos Povos e à paz entre os Povos. Enfim , aquele discurso redondo, infantil e inconsequente que as candidatas a Misses treinavam para nas entrevistas parecerem inteligentes.
A última do candidato, sobre matéria económica transcreve-se   conforme é citado no Expresso.
"Ainda agora vinha a ouvir na rádio o primeiro-ministro e o primeiro-ministro explicava que os portugueses têm de saber que se o objetivo é reduzir o défice, há duas formas: ou aumenta os impostos para aumentar a receita ou faz corte dos salários para baixar a despesa. Ora, nós não podemos viver neste quadro de opções tão limitado e temos que dizer ao primeiro-ministro que já percebemos que (ele) não sabe sair dessa receita", afirmou António Costa, esta terça-feira em Leiria, perante um auditório cheio.

Para o dirigente socialista, "há uma outra receita" que Passos Coelho "não sabe, nem quer aprender", mas há que "lhe ensinar".

"Há uma terceira via, que é aumentar a riqueza", declarou o presidente da Câmara de Lisboa, referindo que se houver aumento de riqueza estão criadas as condições "para a consolidação das finanças públicas".
Agora fico a aguardar que alguém me traduza este enigma: Como aumentar a riqueza total, sem tirar dinheiro ao sector não reprodutivo - a Função Pública -,  para que seja o sector reprodutivo - o sector privado - a investir.
A riqueza só aumenta com o investimento privado, que está limitado pelo elevado nível de impostos, que só existe a este nível pornográfico porque é necessário  para sustentar a Despesa Pública, em especial, com salários e pensões de Funcionários Públicos, cujos cortes ou abaixamentos  o candidato Costa não aceita.
Adivinho que o candidato Costa venha defender que o investimento não tem que ser Privado, mas antes Público. Só que o Investimento Público  tem que ser garantido com dívida pública. Como é que Costa vai buscar mais empréstimos ao Estrangeiro para investir? E em quê?  Estádios de Futebol, pavilhões polivalentes municipais e rotundas ?

Mas a que riqueza o Candidato Costa se refere ? Só se for a de colocar mais dinheiro no bolso dos Funcionários Públicos e reformados do Estado para que estes fiquem mais ricos e gastem mais no consumo interno e em turismo para o estrangeiro - que foi o modelo de felicidade social de Socrates. Só que agora isso só pode ser feito durante 2 ou 3 meses. Depois acaba-se a massa. E nem se recebe o aumento, nem o salário-base, nem porra nenhuma como se diz no Brasil.

A banha da cobra  socialista está de novo na rua.

Etiquetas:

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

"Terceira via - aumentar a riqueza"

Regressa sócrates, estás perdoado

Regressa Odete, estás perdoada

Aparece Arménio Carlitos, o mistério da economia e finanças esperam por ti

18:39  
Anonymous Agnelo said...

Ele há-de desvendar o enigma e não vai deixar de nos enriquecer a todos. Ele é grande! O maior!

19:42  
Blogger Lura do Grilo said...

São uns prestidigitadores mas com as palavras.

20:20  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home