segunda-feira, agosto 27, 2007

ZÉ MIGUEL


As férias desencontraram-nos. Por isso, em Mangualde não consegui estar com ele nem conhecê-lo pessoalmente. Aqui vai um postal - Rio Nabão em Tomar - e um abraço pelo empenho no apoio à minha viagem. Não foi ele quem pagou a prometida sopa beirã - acabou por ser outro voluntário a fazer as honras à terra -, mas nem por isso a minha viagem foi alheia ao seu interesse. Até breve, Zé Miguel. E espero que continues a pedalar.
Etapa 12, Ansião-Lisboa, 192 Km, 8:44 Horas, 22.08 Km/h, 9503 Kcal

3 Comments:

Blogger José Miguel Marques said...

ora,ora, muito obrigado pela singela homenagem, mas não fiz nada que não gostaria que tivesses feito por mim.
espero que mesmo sem nos encontrarmos desta vez, tenhas apreciado Mangualde e tenhas ficado bem instalado.
Quanto às pedaladas espero retomar esta semana depois de ter estado impedido por um acidente doméstico/profissional.
aquele abraço

17:36  
Blogger José Miguel Marques said...

ah, e para que conste não foram as férias que nos desencontraram, porque não tive férias, mas apenas uma escapadinha de fim de semana, para aliviar a cabeça e fazer baixar a tensão do dia-a-dia

17:37  
Blogger Golfinho Filipa said...

Há muitos anos, era Ceres que existia nas margens do Rio Nabão. Hoje é Tomar, a cidade que numa certa 6ªfeira 13 não virou as costas aos Cavaleiros Templários. Por acaso não encontraste o tesouro dos Templários, que dizem estar escondido algures nessa linda cidade que visitaste?..

22:50  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home