domingo, novembro 02, 2014

FUTEBÓIS DOMÉSTICOS

Derrota em casa com o Belenenses por 3-1. Percebe-se a diferença quando se enfrentam estruturas profissionalizadas. Os jovens  do Belenenses cercavam os árbitros com 5 e 6 jogadores a reclamar  todas as decisões defavoráveis. Um deles,  o nº 50, atirava-se sistematicamente para o chão na área a reclamar penalty.
Ao intervalo, o Treinador do Belenenses meteu-se à conversa com os árbitros. Sempre a pressionar, que o resultado negativo de 1-0 incomodava. E a estratégia deu resultado. Após o empate, foi anulado escandalosamente um golo ao Outurela por pretenso fora de jogo. Seria o nosso 2-1. Eu vi, que estava no enfiamento da jogada. Depois,  mais um penalty não assinalado por derrube a Heverton e carga à entrada da área sobre Darcy.  Ambos isolados. Duas explusões e dois lances perigosos por assinalar. Não nos foi consentido o 2-1. Para a outra baliza, foi uma quantidade de livres à entrada da área. Até que entrassem os golos. O árbitro da anulação do golo e do penalty até inventou um segundo amarelo  e a expulsão do nosso  capitão, que o outro árbitro corrigiu, pois que o primeiro amarelo tinha sido para outro jogador. Uma vergonha de arbitragem e um comportamento anti-desportivo do Belenenses, com simulação de faltas e de lesões, muito agarrão, muito pé em riste, muita trancada. O capitão belenense, o defesa central, entrava com os joelhos nas costas dos nossos. Enfim, com miúdos de 14 anos não se esperava uma coisa destas. Ah, o meu Vasco estreou-se como titular. Sobreviveu. Não lhe partiram nenhuma perna.
 Consultar os resultados aqui (em actualização).
De tarde, fomos ver o União de Tires 0 - 3 Carcavelos. Estava lá o pessoal do Belenenses a filmar o jogo. 

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home