quinta-feira, outubro 30, 2014

O DESTINO DE SER O MAIOR DO MUNDO

A lista de candidatos a melhor treinador do ano, um prémio atribuído em conjunto pela FIFA e pela France Football, não foi bem recebida por Jorge Jesus. O treinador do Benfica revelou esta quinta-feira que gostava de perceber os critérios para a nomeação dos 10 candidatos ao troféu do melhor do mundo em 2014. E apesar de não se alongar muito no discurso, não escondeu a sua surpresa.
"Não sei quais os critérios para a escolha de Melhor Treinador do Mundo. Se soubesse, poderia ter uma opinião. Estive em duas finais da Liga Europa...há vários treinadores que estão na lista e que não fizeram no seu país e na Europa o que eu fiz, que foi conquistar títulos e estar em finais. Não deixo de olhar para a lista com cuidado e ver que há treinadores que não foram campeões e não estiveram em finais. Se me perguntasse se gostaria de lá estar, claro que gostaria. É o reconhecimento do trabalho", afirmou Jorge Jesus em conferência de imprensa para o embate de amanhã com o Rio Ave.
Recorde-se os nomeados para o prémio são José Mourinho (Chelsea), Carlo Ancelotti (Real Madrid), Louis Van Gaal (Manchester United), Pep Guardiola (Bayern), Manuel Pellegrini (Manchester City), Diego Simeone (Atlético Madrid), Antonio Conte (Itália), Jurgen Klinsmann (EUA), Joachim Low (Alemanha) e Alejandro Sabella (Argentina).


Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home