sábado, agosto 24, 2013

OS DA CASA BATEM MAIS FORTE

"Um bom treinador será sempre penalizado num clube com deficiências e carências organizativas. Mas um mau treinador não vence por melhor que seja a organização. O problema do futebol do Benfica é de ambos os domínios. Vive de memórias. E chegou tarde ao comboio dos tempos atuais e das exigências que a organização desportiva requer. Não procurou a qualidade, o conhecimento e a organização. Pensou que bastaria ter instalações, história, glórias, museu, massa associativa, uma águia amestrada, kits para sócios, construção civil, merchandising e o Eusébio. E começou a sobrar em discurso, em pose, o que faltava em êxitos desportivos. Perante as dificuldades optou sempre por um arrogante populismo. E num cenário de crise de resultados pelo anúncio de uma nova contratação. O resto - a ambição, a organização, a capacidade e competência de dirigentes e de treinadores – faria parte do seu código genético. Não era preciso selecionar, nem investir na escolha dos melhores. O resultado está à vista. E era previsível." (José Manuel Constantino)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home