sábado, setembro 12, 2015

A VERDADEIRA HISTÓRIA DO PAGAMENTO DA DÍVIDA (PARCIAL) DA CAMARA DE LISBOA PELO CANDIDATO SOCIALISTA A PRIMEIRO MINISTRO


(Notícia de 20.07.2012 do Jornal de Notícias) 

Ora vamos lá por partes:
1. A Câmara de Lisboa tinha uma dívida bancária de médio e longo prazo no total de 665 milhões - as minhas contas são estas, se 286 milhões representam 43%, logo, os 100% são 665 milhões - praticamente o número da Besta.
2. Essa dívida custava 22 milhões por ano em juros. Assim, com aquela redução do capital em dívida, a Câmara passou a poupar quase 10 milhões em juros por ano.
3. E para fazer isto tudo a Camara de Lisboa subiu ao Everest, desceu às Marianas, fez algo de espectacular?  Não, nem sequer passou um cheque ou assinou uma ordem de pagamento automático.
4. Foi o Governo que para viabilizar a privatização da Ana necessitava que os terrenos do Aeroporto estivessem registados em nome do Estado e não em nome da Câmara de Lisboa, como acontecia até aí.
5. Foi o Governo que declarou perante os Bancos credores da Câmara de Lisboa, "Eh, pá, meus, o calote que a Câmara de Lisboa tem aí no balcão, passo eu assumir na medida de 286 milhões".
6. Os terrenos camarários chegaram a ser avaliados em 1200 milhões de euros e  a Câmara de Lisboa pedia o preço negocial de 1650 milhões.
7. Na qualidade de Munícipe de Lisboa, registo que uns terrenos avaliados em 1200 milhões acabam vendidos por 286 milhões.
8. Ou seja, o único acto que dependia da vontade da Câmara de Lisboa e do seu Presidente, que era acertar o valor da venda, foi reduzido dos 1200 milhões para 286 milhões.
9. Deste modo, o grande acto da gestão de António Costa foi ter vendido terrenos da câmara por um valor de 24% do valor da avaliação (1200), e de 17% do valor pedido (1650).

É ESTE ACTO DE GESTÃO QUE ANTÓNIO COSTA E OS SOCIALISTAS APRESENTAM COMO PROVA DA CAPACIDADE DE GESTÃO DO CANDIDATO PRIMEIRO MINISTRO.

Será crueldade minha, ou esta cena faz lembrar a criancinha que aos 22 meses consegue fazer um cagalhoto no penico em vez de na fralda como era habitual  até aí e a família faz uma festa a comemorar ?

PS sem dinheiro para rendas, água ou luz



Os socialistas não terão vergonha na cara ?

2 Comments:

Anonymous Kruzes Kanhoto said...

As Câmaras Municipais - e o Estado em geral - fazem sempre bons negócios. Não se sabe é para quem é que são bons. Ou melhor, às vezes até sabe mas como nunca se prova nada o melhor é dizer que não se sabe.

No caso da divida da CML, para além de tudo o que muito bem escreve, há ainda que referir que desde 2012 por força de diversa legislação entretanto produzida todas as autarquias estão obrigadas a reduzir a divida. Logo o que Costa fez - ou o governo fez por ele - foi apenas e só cumprir a lei. Esta, pelo menos.

16:07  
Blogger Bruno said...

O maior problema, para não dizer gigantesco problema, é o grande puta mentirosa Costa não ter consciência de como foi feita essa redução de dívida e ainda gabar-se disso.

Portanto tipicamente Xuxa, à lá Guterra, uns números quaisquer, algo assim estupendo, tudo bonito e.... depois buraco.

21:48  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home