sexta-feira, setembro 27, 2013

ALEGRE APROVA PAPA FRANCISCO

Pelos vistos, Manuel Alegre gosta do que o Papa Francisco tem andado a dizer. Quando os elogios surgem com insistência dos alinhamentos ideológicos que, antes, sempre votaram um ódio indisfarçável aos elogiados, surge o paradoxo. Do meu ponto de vista, vai sair muito caro à Igreja o Papa Francisco ter assumido a atitude de querer ser aceite a todo o custo, verbalizando todos os lugares comuns do politicamente correcto. Por vezes coloca-se ao nível dos banais.Há uns anos assisti a uma cena que me chocou. Numa congregação de freiras, dedicada ao tratamento de doentes com lepra, uma das irmãs beijava a cara em chaga do leproso só para demonstrar o seu amor fraterno e cristão pelo doente em causa. Não creio que tenha sido essa a mensagem de amor ao próximo trazida pelo cristianismo. O doente leproso deveria ser tratado com todo o cuidado, com todo o carinho, mas também com toda a higiene. A caridade cristã não tem que se aporcalhar para ser genuína, nobre e gratificante para quem a recebe e para quem a presta. Por isso, quando os porcalhões começam a tecer muitos elogios ao Papa Francisco é porque a higiene ideológica não está a ser garantida.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home