sexta-feira, março 23, 2007

ESFORÇO

(crédito:Fishki.net)
Esta expressão facial só é entendida verdadeiramente por ciclistas. Aquele dor que comprime o peito como se o coração fosse rebentar, aquele ferro em brasa que nos queima as coxas, aquela ânsia de ar que alivie o sufoco. E, mesmo assim, uma teimosa vontade em pedalar, em não parar, porque sabemos que ali à frente, mesmo ali à frente, já vai ser mais fácil. Só é preciso chegar ali à frente.
Coitado do asiático. Se eu, com fibras de carbono e outras subtilezas da tecnologia, já me custa tanto transportar a barriga, basta imaginar o esforço para rebocar uma senhora de pernaço tão generoso... Por isso é que ele está magrito. Precisa lá de passar pelos horrores da minha dieta...

4 Comments:

Anonymous Sulista said...

Ah poeta xiclista e tudo!

Eheheheeh...

13:32  
Blogger Eduardo P.L. said...

A primeira coisa que se vê nessa foto, dissestes bem: que esforço brutal. Segunda coisa: coxas enormes e pesadas.Seu texto perfeito.

18:01  
Blogger azurara said...

Que desgraça...
Aliás, DUAS desgraças!

02:26  
Blogger Eduardo P.L. said...

Carneiro, de onde a onde fostes este fim de semana? Quantos Km?
Tem seu varal, no VARAL de hoje!Forte abraço, e obrigado.

08:30  

Enviar um comentário

<< Home