terça-feira, março 30, 2010

A CLAUSULA GERAL

Mesmo agora na Sic-Notícias, o Senhor Dr. Ricardo Costa proclama, batendo com a mão no peito da competência, que "nós os cinco tínhamos consciência que estávamos a definir uma cláusula geral". Isto a propósito da questão de os stewards serem ou não agentes desportivos.

Ora bem, o Senhor Dr. Ricardo Costa, ao colocar o problema nestes termos, reconhece que a definição não estava feita na lei, daí a necessidade de ele a efectuar, definindo-a. E o que ele e os outros quatro membros fizeram foi o preenchimento dessa definição que não constava na lei.

Como sabe qualquer estudante, mesmo dos primeiros anos, o direito disciplinar é subsidiário do direito penal e o princípio da tipicidade não permite operações intelectuais daquele molde.

O preenchimento desse vazio legal, nunca poderia ter sido efectuado a título de "cláusula geral" - que tem um significado específico no direito civil que nada tem a ver com a matéria em discussão; era o que faltava cláusulas gerais em direito disciplinar...

(Para lá de não se perceber o que se quer dizer com "definir uma cláusula geral"; quanto muito "preencher um conceito indeterminado", sem que isso alterasse contudo os dados ou a conclusão do problema) .

Não poderia ser preenchido a título de especificação de conceito indeterminado, não poderia ser a título de integração de lacuna, ou a título de analogia, ou a título de interpretação extensiva ou correctiva, ou o que quer que ele tenha feito.

Ou seja, não poderia ter sido efectuado a título algum. Ponto final, parágrafo.

Porque o Princípio da Tipicidade impõe que só seja aplicado o que já está previsto na Lei. Não pode haver acrescentos. Exactamente para evitar que um qualquer xico-esperto se arrogue no direito de preencher os espaços da lei conforme lhe dá mais vantagem ou conveniência - que foi exactamente o que aconteceu na prática.

E como o Princípio da Tipicidade traduz uma conquista da civilização que remonta ao ideário da Revolução Francesa, surpreende que um jurista se atreva a dizer tanto disparate técnico em directo numa TV. Repito: TANTO DISPARATE TÉCNICO EM DIRECTO NA TV.

Esta misturada de conceitos a que assisti em directo levam-me a pedir desculpa ao Senhor Dr. Ricardo Costa por em postes anteriores o ter acusado de má fé a soldo do Benfica.

O Senhor Dr. Ricardo Costa não está de má fé. É apenas ignorante destas matérias.

Valha-me Santo Ivo, cláusulas gerais em direito disciplinar é uma coisa assim parecida com sardinhas assadas acompanhadas com leite, ou suspiros de açucar acompanhados com vinho tinto carrascão.


NOVE PONTO NOVE

Roberto Riva, com a particularidade do respectivo Treinador - que se vê no início a cumprimentar o atleta - se deslocar amiúde a Portugal dirigindo estágios de 3 dias de que os meus rapazes já têm sido clientes.

DEZ PONTO ZERO

CANTICORUM IUBILO

Já lá vão mais de 30 anos. O Maestro era Domingos Duarte Lima. Um musicólogo de primeira água que regia o Coro da Católica com uma competência e uma eficácia profissionais. Os coralistas chegaram a ser mais de 8O. Ainda me lembro que depois de soltar a voz - porque esta peça de Haendel dava para isso - sentia os pêlos dos braços eriçados.
Há muito tempo que não tenho o prazer de cumprimentar o Domingos. Só o vejo na televisão. Nesta Páscoa mando-lhe um abraço. Foi um privilégio ter cantado para ele e cumprir a disciplina e o rigor dos seus ensaios. E não era pêra doce. Que trabalho era trabalho.

Este não é o nosso coro. Que no nosso tempo não havia vídeos nem youtube. Mas o efeito final era muito parecido. Devo ao Domingos os melhores tempos que passei na Católica.
Parece que foi ontem...

segunda-feira, março 29, 2010

AIR

DANCE OF DEATH

Toma lá, Rui, um ensaio caseiro da abertura da Dance of Death. A mão no solo eléctrico tem 9 anos.

domingo, março 28, 2010

CRIMINOSOS DE LIGHT CITY

Tenham medo, tenham muito medo, seus ratos de túnel.
Hulk voltou...

TI-RI-LI-BUM

Boas Férias ou Bom Trabalho, conforme o caso.

TRABALHADORES CONTRA ESTUDANTES

Eu fui Estudante-Trabalhador. Lixei-me. Nunca encaixei no esquema mental destes gajos.
Este jovem bem-falante é que já sabia qual a prioridade: lutar contra a burguesia.

sábado, março 27, 2010

HÁ POR AÍ ALGUM HERDEIRO ?

FROM THE DESK OF: Mr Ali.Issam.
AUDITS & ACCOUNTS DEPT
AFRICAN DEVELOPMENT BANK (A.D.B)
Ouagaduoguo Burkina Faso.
Private Phone Number +226 78 53 48 67



Attention: Please!!!!

I am Mr Ali.Issam. the manager Audit & Accounts dept. in the african developmnet bank Burkina Faso (ADB). I am writing to request your assistance to transfer the sum of $10.500.000.00 (Ten million, five hundred thousand United States dollars) into your accounts.
The above sum belongs to our deceased customer late Mr Jose D. Sau from Peru who died along with his entire family in the Benin plane crash 2003 and since then the fund has been in a suspens eaccount.

After my further investigation, I discovered that Mr Jose D. Sau died with his next of kin and according to the laws and constitution guiding this banking institution stated that after the expiration of (7) Seven years, if no body or person comes for the claim as the next of kin, the fund will be channel into national treasury as unclaimed fund. Because of the static of this transaction I want you to stand as the next of kin so that our bank will accord you the recognition and have the fund transfer to your account.

The total sum will be shared as follows: 60% for me, 40% for you and expenses incidental occur during the transfer will be incur by both of us.

The transfer is risk free on both sides hence you are going to follow my instruction till the fund transfer to your account.
More details information with the text of application form will be forwarded to you to breakdown explaining comprehensively what require of you.

Your Full Name.......................... ...
Your Sex........................... .......
Your Age..................
Your Country...........
Passport / driving license.......
Marital Status...........
Your Occupation.......
Your Personal Mobile Number................
Your Personal Fax Number.....................

Thanks
Mr Ali.Issam.
Audits & Accounts Manager
+226 78 53 48 67

É normal receber uma carta destas por mês no meu Escritório. Agora vêm por e-mail. Estes gajos a quererem vigarizar súbditos do nosso Primeiro Ministro...

DA FORMA COMO ISTO ESTÁ

...até tenho medo de perguntar que curso é que este tem, em que universidade o tirou e em que dia da semana o acabou.... E robalos ? Ou será que gosta de douradas ? E como credibilizar um regime perante a geração que o tem suportado economicamente através de impostos, que é exactamente aquela geração entalada entre os que tomaram o poder no início do regime e que se foram reformando à tripa-forra, e os delfins que agora surgem homens-feitos com origem nas Jotas e que nunca produziram um tostão na economia real ?

Não tenho nada a ver com o Partido, mas eu gostava que tivesse ganhado o Rangel. É que ele quando era Secretário de Estado vinha almoçar aqui ao Pereira (só ficou obeso depois). Este , que ganhou, tem cara de quem só almoça no Solar dos Presuntos. E político que não saiba onde é o Cofre Verde do Pereira Benfiquista, nã....não me convence...

PELOS OLIVAIS DO ALQUEVA

Tinha jantado com o Napoleão na véspera em Mourão. Bem cedo ele largou para norte, eu meti-me à Amareleja. Quando virei à direita para S. Miguel e Moura apeteceu-me cantar. Ia em plano ou a descer. Os coelhos, pardais, gaviões e andorinhas foram o meu público. A "voz" do tenor ainda a sei de cor. Nessa noite dormi em Mértola. Já cheguei ao anoitecer e a descida de 3 Kapas para a Ponte do Guadiana foi feita na inércia do BoB e a cantar com os decibéis todos a Samaritana. Nesse dia fui tenor. Estás a ver, Napoleão, as voltas que a vida dá ?

SOPA DE PEIXE DE ALMEIRIM



Uma terrina faz um almoço bastante para um ciclista. E alguém sabe como se chama este pão cozido em forno de lenha ?

A MINHA ONDA

Devo esclarecer, Rui Ferreira, que a minha onda é mais a do Coverdale. O meu Metal não é exactamente o que se veste de preto. Mas a experiência musical dos meus filhos, em especial a dos rapazes, está a passar por aí. Vê bem que até gosto de Pink Floyd - o que para o meu Miguel é quase um sacrilégio....

RUI FERREIRA

Ai é ? Ultimate Sin? Então toma lá!

sexta-feira, março 26, 2010

PORQUE NÃO ?

A República fede. E alguma vez fui a favor ? Eu sempre fui contra.

PLENTY OF

Bom fim de semana. Façam exercício, conduzam com cuidado e não atirem garrafas aos árbitros.

COENTROS E ALHO

A música do ciclismo alentejano.
Recomendo. É uma experiência única.
Eu próprio já cantei com alguns daqueles cantores.

(o filme foi efectuado por uma bloger brasileira dedicada a estas coisas da culinária)

DUPLO AXEL

Este atleta é o Valter Silva, crónico Campeão Nacional pelo menos desde o escalão de iniciados - escalão em que, salvo erro, foi campeão europeu pela primeira vez.

O Axel simples é um salto de volta-e-meia, entrando de frente com o pé esquerdo, rodando volta e meia e saindo para trás no pé direito.

O Axel Duplo tem uma volta a mais, ou seja, duas voltas e meia no ar.

Quem achar que isto da patinagem artística é "coisa de meninas"....

O Valter é do escalão do meu Miguel, por isso, encontramo-nos ao longo do ano pelo menos uma vez no Campeonato Nacional e tenho por ele uma grande admiração como jovem e como atleta.

OZZY, WHAT ELSE ?...

Eu explico: os meus filhos descobriram os meus velhos discos dos Black Sabath, Deep Purple, Led Zepellin, Whitesnake. Perceberam que o pai, afinal, não era um careta cuja única experiência musical se resumia a meia dúzia de anos num coro polifónico e a investidas mais ou menos regadas a vinho pelo fado e pelo cante alentejano.

Acreditem que isto funciona mesmo como o Veloso e o Tê fizeram constar: quando se ouve a mesma canção, é meio caminho andado...

Recordo com saudade as horas que passei a dançar este slow a esfregar o toucinho... Mas já estou naquela fase da vida em que se discute com os amigos as colites e o funcionamento do intestino....

LEMBRA-TE QUE ÉS MORTAL

Na Roma Imperial o Desfile de Vitória das Legiões era precedido pela exibição do saque que incluía tesouros, armas, manadas, alimentos e escravos. E à frente das suas centúrias - formadas, aliás, por 101 homens (esquecem-se sempre de incluir o Centurião nas contas) - passava o General num carro de quadriga com um escravo segurando-lhe sobre a cabeça uma coroa de louros, enquanto lhe segredava ao ouvido "lembra-te que és mortal, lembra-te que és mortal"....

UNA FURTIVA LACRIMA by Donizetti

Esta lágrima furtiva dedicada aos meus amigos Benfiquistas. Inesquecível momento de Opera composto por aquele extraordinário avançado, o Donizetti que tantos campeonatos não ganhou.

Para o caso de se comoverem com a vitória sobre o Braga.

NO MORE TEARS

Só quem é Pai percebe a plenitude de alma que nos embacia os olhos quando deparamos com 3 filhos, com 20, 16 e 9 anos de idade, cada qual com a sua guitarra, a tocar uma balada dos Iron Maiden com a naturalidade com que se anda de bicicleta.
A melhor prenda que me deram no Dia do Pai.
Para o mais novo, que deve ser um dos grandes especialistas em Metal da sua idade - muito por "culpa" do irmão que é o verdadeiro (e praticante encartado) metaleiro da família -, aqui fica o No More Tears que tantas vezes cantamos quando vamos para os Treinos de patinagem em Alverca.

ANDAMOS NESTA ONDA

A música de Zakk Wylde vai dar som ao programa curto desta época do Carneiro Junior. O Programa Longo mantem-se com um mix dos Metallica tocada pelas cordas do Quarteto Apocalíptica.

A Patinagem Artística não tem que ser mediana nas suas opções musicais. Apesar de às vezes roçar pelo pimba. Estou com curiosidade para ver no Campeonato Distrital a reacção do público ao solo do Zakk. Que o brilho no olho da treinadora Patrícia quando me confirmou a opção por esta banda sonora já me descansou.

(Na Rua de São Julião, mesmo por debaixo da minha janela, está a passar uma barulhenta manifestação com entoação de vários cânticos: "CêGêTêPê- Unidade Sindical! CêGêTêPê- Unidade Sindical". "Mentiro-so, mentiro-so, mentiroso, men-ti-ro-so..." "Queremos solução- Ao PEC dizemos Não!", " É preciso, é urgente- Uma política Diferente", "A Rita ainda é jovem! A Rita ainda é jovem! (mais quem raio é a Rita?) - Como de costume, o Xiclista sempre presente onde se vai fazendo e acontecendo história.)


ASSALTO


Algures entre Carnide e o Alto dos Moinhos, alguém vai ser roubado com o descaramento do costume. À vista de toda a gente. Nós já cá andamos desde muito antes de Pinto da Costa ter aparecido no futebol. Sabemos muito bem como é que elas " se fazem pelo outro lado".

RULA AUDAX




É um privilégio ter amigos desta idade, com estes hábitos e com este classe. Ainda por cima gostam da música que eu oiço....Gente boa, gente sã.

quarta-feira, março 24, 2010

EU TINHA AVISADO

Lisboa, 24 mar (Lusa) - A exclusão dos assistentes de recinto desportivo da categoria de intervenientes no jogo esteve na base da decisão do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de reduzir as penas dos jogadores do FC Porto Hulk e Sapunaru.

Segundo o acórdão do CJ a que a Agência Lusa teve hoje acesso, a exclusão dos stewards da categoria de intervenientes no jogo obrigou a equipará-los ao público e, dessa forma, reduzir as suspensões de Hulk e Sapunaru de quatro e seis meses, respetivamente, para três e quatro jogos.

"Afigura-se-nos que serão [intervenientes no jogo], além dos delegados dos clubes e demais pessoas que desempenham funções no quadro das equipas em confronto (treinadores, massagistas, médicos), o diretor de segurança, o diretor de campo e o delegado da Liga", indica o acórdão."

Assim, o Senhor Dr. Ricardo Costa fica a saber que os vendedores de algodão doce, as bailarinas do fio-dental e futuras varonistas, os apanha-bolas e os vendedores de pinhoadas e nogá-ó-chocolate também não são intervenientes no jogo.

É o Princípio da Tipicidade, ó vígaro. Já podes ir ao Vieira buscar a massa que valeste com mais esta vigarice.

Mas durante 3 ou 4 horas a "notícia de última hora" que corria nos rodapés das TV's é que se tinham mantido as penas... Filhos da puta dos jornalistas.

E depois vêm-me dar lições de moral e falar de polvos, de máfias, de corrupção. Alguém que tenha um pouquinho de vergonha na puta da cara.

Mesmo tendo finalmente uma equipa para chegar lá por mérito próprio, tinham que entrar nas vigarices do costume.

Não confundo as hostes de Vieira com os benfiquistas, mesmo com aqueles que não percebem o que se está a passar. Para que conste.

Agora vamos às inevitáveis indemnizações. Vamos lá a ver se o Vieira vai ou não deixar por conta própria o Dr. Ricardo Costa depois de se ter servido dele da mesma forma que fez à outra puta.



JOAQUIM MIGUEL






O Audax foi uma grande aventura. Culminada num almoço oferecido pelo Joaquim Miguel, que é uma espécie de S.Martinho Alentejano, a rasgar sempre a capa ao meio para ajudar quem encontre na Estrada. Na estrada nacional, sobretudo na Estrada da Vida.
Um agradecimento comovido por tanta gentileza, hospitabilidade, amabilidade e classe. A Senhora D. Maria Adelina faz das refeições que oferece uma acto de Cultura alentejana.
São pessoas destas que nos ensinam pelo seu Exemplo de Vida que vale sempre a pena pedalar só mais uma vez e mais uma e mais uma.
Lamentavelmente não tenho fotos deles, nem dos Três Verticais, nem dos Dois Horizontais, nem do prestável Carrageta.
Envolvo a todos num abraço fraterno. Conforta ter amigos assim.

CONTAS DE CABEÇA

Actualmente, "cada aluno faz 30 aulas de condução de 50 minutos, percorrendo, em média, um total de 300 quilómetros. Depois faz o exame. Para totalizar os mil quilómetros propostos, teria de fazer mais do dobro das lições", alertou.

(Excerto de notícia google, a propósito das novas regras para o ensino da condução)

Ou seja, p'raí uns três dobros....

terça-feira, março 23, 2010

T-REX

"Eu conheço é o T-REX o dragão mais mauzinho que passou por este mundo .
O que não é o vosso caso agora , estão mansos e levam aos três de cada vez . Dos lagartos das águias, é o que se quer ."

Comentário do Kimbikes que merece justo destaque

SIGNO LEÃO

"O signo de Leão simboliza a criatividade e os prazeres. O leonino é generoso, dramático, idealista e orgulhoso. Possui magnetismo pessoal, é vaidoso e às vezes pode passar uma imagem de arrogância.

É optimista, generoso, de boa índole. Nunca fica sem amigos. Espera ser encarado como líder. É activo, jovial, tem medo de ser ridicularizado. Afectuoso, gosta de demonstrar seus sentimentos. A paciência não é a sua qualidade mais forte.

Gosta de ser lisonjeado, mas não se deixa pressionar. É criativo e exuberante. Pensa e sonha alto. Generoso, alegre, vaidoso, orgulhoso, exclusivista e corre atrás do que quer. Sendo corajoso, tende a subestimar o quanto pode conseguir. É orgulhoso para pedir auxílio. Ficará feliz se alguém o ajudar nos detalhes mais triviais. Nasceu para ser amante da vida e aproveitá-la.

Um leonino zangado fica triste e melancólico e só precisa de um pouco de mimo para voltar a ser confiante e optimista. Pessoa dramática, tem necessidade de ser aceite a aprovada.

Tem áreas preferidas no mundo da criatividade, divertimentos, namoros, procriações, filhos, obras, etc.

Quem tem um amigo leão tem o mais leal dos amigos.

Representa a individualidade, a identidade, a auto-suficiência, a força interior, a criação e a sexualidade."

(Tirado aí pela net...)

"Carneirices e Carneiradas"

"Signo....estás desculpado/volta sempre!

Signo de Carneiro,
por Heloisa Miranda
Nascidos entre 21/3 a 20/4
Elemento: Fogo
Governado por Marte
É um signo masculino

"Estamos a falar de pessoas extremamente frontais e directas que vivem na base do "pão,pão, queijo, queijo" só que acrescentam o" sem manteiga para não escorregar". São exactamente o que mostram, por isso não são complicadas pois não deixam margem para dúvida, Você só não conseguirá perceber o que ele pensa se não quiser, e se se fizer de desentendido. Mas não se preocupe, pois ele rapidamente far-se-á entender. E olha que não vai mandar recado por ninguém - vai dizê-lo directamente!

Suas reacções são imediatas e instantâneas - reage primeiro, pensa depois. Aliás, podemos mesmo considerá-los os reis da decisão rápida. O que é preciso é agir e reagir, depois logo se vê. Por isso mesmo tornam-se profundamente impacientes com quem não decide com a mesma rapidez .- um indeciso para ele é um ser completamente abominável!!

É um signo viril e cheio de energia. Podemos considerar que os Carneiros são os guerreiros do Zodíaco. Adoram uma boa briga, gritam alto mas esquecem depressa - ainda vão a meio e nem sabem porque começaram a briga. A sua ira explode à velocidade da luz, e deixa-nos a impressão de que eclodiu a 3ª Guerra Mundial, mas é capaz de segundos depois aparecer como se nada fosse, impávido e sereno."

(enviado por JM)

Não percebo. Estou perdoado ? De quê ? Heloísa Miranda ? Quem é esta autoridade em túbaros de carneiro ?

O meu signo até é o Leão. E o meu signo chinês é o Porco. Sim, sim, exactamente. O Porco. Preto, obviamente. Mais que certo aquele cuja certidão de óbito foi falsificada.

segunda-feira, março 22, 2010

T-MAX

Kimbikes, podes ter o teu problema resolvido.

CATACUZES

Sopa de feijão com catacuzes. Estranho nome e sabor. Fiquei com a ideia de que antigamente aquelas folhas largas teriam utilização alternativa.

DOIS É DEMAIS

Para testar a personalidade de um alentejano, o dono da empresa mandou pagar 500€ a mais no salário dele.
Os dias passam, e o funcionário não diz nada.
No mês seguinte, o patrão faz o inverso: manda tirar 500€.
Nesse mesmo dia, o funcionário entra na sala para falar com ele:
- Engenheiro, acho que houve um engano e tiraram-me 500€ do meu salário.
- Ah é?! Curioso porque no mês passado eu paguei-lhe 500€ a mais e você não comentou nada!
- Pois, mas é que um erro eu ainda tolero; agora dois acho um abuso!!!

(Enviado pelo Piteira)

domingo, março 21, 2010

EQUÍVOCOS BLOGOSFÉRICOS

"Meu caro Carneiro,
Ilustre Colega,
Perna Longa, cabelo comprido...com ideias a condizer.
Ainda por cima, sou carneiro de signo"

Assim, na impossibilidade de o fazer por outro modo:
Minha Senhora, lamento que não tenha percebido que este comentário que me dirigiu expressamente e no contexto em que o fez me incluiu com naturalidade na conversa, quer no tipo de humor que depois repudia, quer na inconsequente brincadeira que se desenhava. Não entrei na conversa à mão-armada, nem pela porta dos fundos. Foi a Senhora que me abriu a porta de frente deste modo. Se depois decidiu em contrário, é legítimo. Mas deveria ter informado primeiro.Não pode é invocar violação ou estupro da conversa. Até ali era consentido. E suscitado expressamente por si.
Na parte da Católica, sinceramente não alcanço a cólera suscitada nem a necessidade de invocar alguns dos mestres e o sistema de avaliação. Ora se eu não frequentei a FDL, mas apenas a Católica, o que é que a Senhora queria que eu lhe dissesse só para que não sentisse esse indisfarçável e azedo complexo de inferioridade académica ?
Não é a primeira vez que deparo com estados dolorosos subjectivos da articulação do cotovelo por causa da Católica. Mas se eu soubesse que o facto de não ter frequentado a Católica lhe era tão penoso e doloroso, acredite que tinha omitido essa informação. Até lhe dizia que era da Internacional, se soubesse que isso lhe conferia conforto emocional.
Finalmente o objecto da alegação determina-se pelo conteúdo das respectivas conclusões, devendo ser indicado expressamente o preceito violado. V. Exª nada disso efectuou o que comina a nulidade por ineptidão se não fôr suprida após convite do Relator.
O interlocutor originário fez o que cabia a um cavalheiro: defendeu a dama, a qualquer preço. Poderia ter evitado puxar-me as orelhas publicamente, mas no contexto psicológico em causa era inevitável que só assim pudesse ter acontecido: O cavalheiro acode à dama e estabelece mais um laço emocional, que ela aceita comovida com uma indisfarçável lágrima ao canto da vista do lado esquerdo. Esta está nos livros daqueles cursos menores, que não o nosso, acabados em "ia".
Em termos de "geração" devo dizer, para concluir, que a sua reacção é a típica das jovens advogadas com que me vou cruzando pelas varas e juízos. Gritam, esbracejam, esperneiam por vezes guincham clamando por justiça, apesar de raramente saberem do que estão a falar. O que não foi o Seu caso, pois que só esbracejou e sabia do que estava a falar.
Só que não tinha razão. Como acabámos de ver.
Respeitosos cumprimentos.
O Colega,
Carneiro
P.S. Para o Colega interlocutor originário, apenas a garantia de que se me tivesse apercebido antes desta reacção hormonal, o outro coment obviamente que não tinha sido emitido. Mas sou sincero a agradecer-lhe que o tivesse eliminado. Ia azedar desnecessariamente. E também compreeendo que o tenha feito em público. A curiosidade é a mãe de todas as imprevidências...
De todo o modo, como se diz na Sicília, não houve mal de sangue, pelo que por aqui não restam azedumes ou desejos de vendetta.

Actualização em 22.03.2010, às 18:00 horas: o bloqueio do meu perfil apenas demonstra que estamos perante uma excepção à regra de que sangue azul significa nobreza de carácter.

DIGNIDADE

Há coisas que não têm dignidade. Pelos regulamentos atamancados, pelelas interpretações ao arreopio do que está escrito para favorecimento de alguns, pelas viciadas arbitragens, em especial, dos dois anos antecedentes.
A única razão que pode levar a lutar pela taça este ano, seria para a entregar ao Sporting que dela foi tão escandalosa como arrogantemente roubada o a no passado.
Dir-se-á mas o Benfica este ano tem finalmente uma equipa superior à dos competidores. É verdade. E exactamente por isso eram dispensáveis as gatunagens nos túneis e na Comissão Disciplinar da Liga a impedir de jogar os melhores jogadores adversários, eram dispensáveis os providenciais penalties, quando a coisa treme no 2-1, que confere sempre a expulsão dum adversário e garante o 3-1 e a subsequente goleada. Tudo isso era dispensável, apenas e tão só porque este ano têm melhor equipa. O que prova à saciedade que nos anos anteriores perderam sistematicamente porque não tinham equipas do nível da actual. As teorias da conspiração foram simples desculpas de oportunidade para não reconhecer o fracasso e a ineptidão dirigente.
É que o Benfica faz lembrar o cigano. Poderia fazer negócio honestamente ? Claro que podia. Mas a desonestidade está de tal modo entranhada na massa do sangue que são incapazes. Mesmo que quisessem. Hoje vou almoçar com uma dezena de Benfiquistas. São meus amigos e tal, mas é melhor ter cuidado com a carteira. Aquilo é genético. Eles já nascem assim - é o que dizem.

sábado, março 20, 2010

ENGº BAÇÃO

Alentejo, Mourão, Adega Velha, Engº Bação.
Quem lá foi volta sempre. Não há descrição que lhe faça justiça.
Só tem um defeito: o Antão Vaz a ser transpirado em cima de uma bicicleta, é obra. Não é Pulanito ?

AVISO


Avisaram-me que o acesso à minha página contém este aviso. Os amigos que sabem que isto é falso que me confirmem por e-mail se também acontece convosco.

sexta-feira, março 19, 2010

DIA DO PAI


O que os Pais bem merecem.

O TUNEL DO ALGARVE

quinta-feira, março 18, 2010

ALMOUROL


Já depois do entroncamento para a ponte da Golegã , antes do Miradouro sobre o castelo de Almourol, numa ligeira subida está esta placa. 120 Kapas para cada lado. Mas para cá se o vento estiver de feição é sempre a rolar até ao Porto Alto. Que saudades dessa forma.

quarta-feira, março 17, 2010

CARNEIROS FRANCESES

Conforme se pode comprovar aqui vários membros do ramo francês da minha família foram vítimas da guilhotina revolucionária.

MOUTON Louis, ex vicaire épiscopal, domicilié à Verdun département de la Meuse, condamné à mort, comme contre-révolutionnaire, le 6 floréal an 2, par le tribunal criminel dudit département.

MOUTON François, notaire, domicilié à Cogalin, département du Var, condamné à mort, comme contre-révolutionnaire, le 11 germinal an 2, par le tribunal criminel dudit département.

MOUTON Suzanne, femme Bernard, domiciliée à Bédouin, département du Vaucluse, condamné à mort, comme contre-révolutionnaire, le 9 prairial an 2, par le tribunal criminel dudit département.

MOUTON Jacques, âgé de 29 ans, agent d'affaires de Burlandeux, né et domicilié à Blandy département de l'Eure, condamné à mort, comme contre-révolutionnaire le 6 messidor an 2, par le tribunal révolutionnaire de Paris.

MOUTON Jean, fils, domicilié à Turcoing, département du Nord, condamné à mort, comme émigré, le 30 vendémiaire an 3, par la commission militaire de Bois-le-Duc.

MOUTON François Joseph, huissier priseur, domicilié à Paris département de la Seine, condamné à mort, comme distributeur de faux assignats, le 1 germinal an 3, par le tribunal criminel dudit département.

O XICLISTA E A HISTÓRIA

A foto, obtida em Agosto de 2008 na aldeia de Valhelhas a caminho de Manteigas, revela um dos marcos do urbanismo nacional, conjugando com raro sentido estético e subtil equilíbrio de formas o azulejo e o alumínio, esses materiais nobres da urbanística rural lusitana. Para quem não sabe, o projecto é de autoria de um jovem Engenheiro que em breve iria desabrochar como o mais insígne Primeiro-Ministro de Portugal, não havendo nenhum outro, como ele, que tenha feito tanto pelo déficit das contas públicas.
Há muita gente pela blogosfera a editar a fotografia deste marco urbanístico. Mas o Xiclista foi lá de propósito e a fotografia é da sua autoria. Uma vez mais, o Xiclista está onde a história acontece. Não anda por aqui por ouvir falar os outros. O Xiclista é praticamente um reporter a pedal da história.

LOS TRES AMIGOS

Que, afinal, são quatro. Como quatro são os três mosqueteiros, como dois são os três dias para a ressurreição de Cristo, como oito são os sete dias da semana, ou quinze os catorze de duas semanas, ou quatro são os três dias do carnaval. Ou como dois dias é a vida que devemos aproveitar ao máximo. De preferência com amigos destes. (como se vê o major continua metido nisto até à cintura....)

Nota: para quem não conheça, informa-se que as placas que se vêem na parede são alusivas á conspiração militar que desencadeou a revolução do 25 de Abril de 1974. Trata-se de uma Herdade próxima a Viana do Alentejo. Nós estivemos lá. O Xiclista passando pelos locais onde se faz história.

CRIME NO ALENTEJO - O DRAMA DA RURALIDADE

Um flagrante de criminosos disfarçados de ciclistas em plena actividade de apropriação indevida de contentores de resíduos urbanos na Aldeia da Estrela que destinam a adaptação a arcas frigoríficas para usos criminosos como congelamento de sogras mortas à paulada ou de políticos que se distraiam a beijar velhotas no Lar da Terceira Idade.
Como se vê pela roupa, o Major está metido nisto, pelo menos até à cintura. Os indivíduos referenciados são considerados perigosos pelas autoridades morais e integram a lista daqueles que não vão entrar no céu, nem que passem pelo cú do camelo, ou lá como se diz...

ALENTEJO DE MINH'ALMA

Ocorreu-me o refrão de uma velha canção. O Alqueva visto da aldeia da Estrela. O vinho era tão bom que o JM até logrou uma fotografia destas.

domingo, março 14, 2010

ZAPATAS E LIBERDADE

















Após o 25 de Abril criou-se o complexo de que quem fosse anti-PC ou anti-União Soviética era um desprezível fascista, salazarista, reaccionário e sei lá eu mais o quê. Soljenitzin provou-me que a maioria do mundo civilizado abominava aquele tipo de comunismo. Senti-me mais confortado por, afinal, não ser um perigoso salazarista reaccionário.
No fundo é a velha querela entre a Liberdade Individual e os sistemas que optam por impôr uma norma de vida em nome do bem comum, proibindo, perseguindo e eliminando fisicamente aqueles que resistem em nome da Liberdade.
É por isso que me escandaliza quando nos dias de hoje vejo um jovem com uma T-Shirt do Che Guevara. O jovem, inculto e intoxicado por uma catequese organizada, usa-o com orgulho em nome da Liberdade. Mas a única Liberdade que Guevara prezou foi a dele. Decidiu execuções sumárias com o charuto entre-dentes e uma gaja sentada dos joelhos. Só porque sim. Os psicopatas mesmo quando matam em nome de uma revolução não deixam de ser psicopatas. Só que ficam impunes.
Há quem faça greve de fome e morra em defesa da Liberdade. Há Zapatas que lutaram por essa liberdade de diferentes modos. Há Farinas, jornalistas, que continuam a lutar pela Liberdade recorrendo à Greve de Fome. E há palhaços como o Lula que vomitam insultos sobre quem acaba de morrer em nome da Liberdade Individual. Os Castros são grotescos em demasia para que perca tempo a escrever sobre eles.
Pelos vistos, só no Tarrafal é que a morte dos opositores é nobre. Em Cuba é um pressuposto da sociedade progressista e avançada que pode ser testemunhada por quem por lá passa.
E quem abomina o regime criminoso castrista não tem necessariamente que aplaudir os USA ou os Kinsingers, também eles assassinos em massa da Liberdade de outros Povos.
O que está em causa é a Liberdade. Sempre. Por isso,
VIVA ZAPATA, VIVA A LIBERDADE

sábado, março 13, 2010

PROFESSOR OFERECE-SE


Para resolver problemas de indisciplina.

sexta-feira, março 12, 2010

DECLARAÇÃO DE INDIGNAÇÃO

Ontem estive fora. Só hoje dei por isto.

Estou escandalizado.

Há cerca de 20 anos tive conhecimento de uma situação em que uma Professora foi ameaçada fisicamente por um pretalhaço de 15 anos numa Escola da Região de Lisboa. E a pintura do carro serviu de assinatura quanto à seriedade da ameaça. Essa Professora contou ao Marido. Algumas semanas mais tarde comentou que o tal aluno tinha faltado entretanto pois estivera em casa doente. Parece que tinha levado uma sova de alguém. E o curioso é que esse pretalhaço já nem se atrevia a abrir a boca durante a aula.

Há cerca de 15 anos tive conhecimento de uma professora de Educação Física, grávida de oito meses, que era tratada por um aluno branco de 14 anos, nos seguintes termos: "Foda-se, vai parir longe, sua vaca...". Constou, mas nunca se provou, que esse aluno um dia atrasou-se no balneário e foi o último a sair. Levou uma sova com uma toalha molhada que lhe deixou as costas negras, tal o trambolhão pelas escadas abaixo. Esse aluno até ao final do ano nunca mais faltou ao respeito a professor algum.

Num e noutro caso, eis a prova evidente de maus tratos infligidos aos nossos pobres jovens, vítimas apenas do contexto social e de uma infância carente. Nenhum dos jovens achou que valia a pena apresentar queixa. Nenhuma dessas Professoras se suicidou.

TEXTOS DE INDIGNAÇÃO I

1. Aos 50 anos de idade e quase 25 de Profissão, este Advogado já foi confrontado, como é natural, com alguns despachos de arquivamento em relação aos quais teve que reagir processualmente.


2. Mas em todas essas situações se tratava de questões jurídico-técnicas localizadas e circunscritas, ou de diferente interpretação de um ou outro facto naturalístico com consequência na conclusão jurídica.


3. Porém, no presente processo, este advogado confessa que nunca foi confrontado com uma chorrilho tal no que respeita à interpretação dos factos concretos da vida à luz de juízos de experiência comum e com um nível de insuficiência técnica no tratamento do Inquérito que torna difícil descobrir por onde começar a presente peça processual, tal a quantidade de ingenuidades, canduras, alheamento da vida concreta, real e crua, para lá de omissões de diligências de prova, de conclusões absurdas atingidas vá-se lá saber com que factos constantes no processo ou com que juízos de experiência comum, e sobretudo conclusões atingidas ao contrário do que está escrito.


4. Chega-se a um ponto em que a “narrativa” da Senhora Procuradora, nem é a “narrativa da Assistente”, nem é a “narrativa do arguido”. È uma coisa assim parecida com uma terceira via ficcionada, baseada amiúde em considerações sobre o amor, cuja fundamentação fáctica não se percebe onde foi recolhida.


5. E porque, dizem, os 50 anos são uma idade em que os homens questionam muita coisa, até o sentido da vida, este Advogado teve o cuidado de abordar informalmente vários colegas de curso que desempenham diferentes funções na Justiça, não para invocar aqui “pareceres anónimos”, mas para que este Advogado tivesse a certeza que o grau de escândalo e de indignação que sentiu ao ler o Despacho de Arquivamento, não resultava de uma eventual crise de meia-idade, mas apenas do volume dos dislates e tonterias que leu.


6. E, sossegado pelos seus amigos no sentido que, pelo menos nesta parte, não se tratava de nenhuma crise hormonal, este advogado decidiu avançar para o presente requerimento de Abertura da Instrução, pese embora algum vocábulo mais impaciente ou exasperado que certamente será impossível evitar ao longo do discurso.


(...)



1. É que a Justiça não se administra a ler papéis. È a ouvir e a lidar com as pessoas, lendo os seus olhos, a postura corporal, muitas vezes tendo que suportar o respectivo mau hálito, que se percebe a respectiva coerência ou falta dela nas versões atamancadas que apresentam.


(...)


1. O Inquérito violou regras básicas e elementares de apreciação da prova, aceitando como boas afirmações completamente contraditórias com a experiência comum da vida das pessoas, á luz da qual a prova tem que ser apreciada.


2. As conclusões do Inquérito traduzem uma confrangedora incapacidade de entender os factos, as motivações, as consequências e a vida das pessoas no seu quotidiano.


3. O Inquérito, nos termos vistos, não atentou com suficiente atenção na cronologia dos factos conforme narrados na Queixa, nem os articulou com os documentos juntos.


4. O Inquérito interligou de forma falaciosa parciais da Queixa, descontextualizando-os só para fundamentar uma tese absurda e sem correspondência nos elementos que constam no processo.


5. As abundantes considerações que o Despacho de Arquivamento desenvolve sobre o amor e sentimentos conexos, são mera opinião pessoal que, infelizmente, em vez de terem sido vertidas nalgum projecto de romance cor-de-rosa, acabaram por cair num processo criminal onde um vigarista profissional engana uma mulher para poder sair mais cedo da prisão e depois de estar cá fora a convence a contrair pesadas obrigações financeiras futuras, usando a falsa promessa de que as assumiria ele próprio, mas que, depois de servido, foi à vida dele e deixou a tal mulher a pagar aquilo que ele levou.


6. O que estes factos da vida real têm a ver com as considerações do Despacho de Arquivamento são uma infeliz coincidência processual.



quinta-feira, março 11, 2010

INFORMAÇÃO AUDAX

Além da situação anteriormente descrita que já está de lotação esgotada, informo que existe disponibilidade de Colegas ciclistas da zona de Évora para virem trazer a Loures até 6 bicicletas e 6 ciclistas no final da prova.

Por isso, aqueles que não vão porque não têm transporte de regresso, acusem-se para preencher esses lugares.

Claro que o respectivo saco de roupa será o nosso capelão Bernardo que os levará no meu jipe. Mas para cá vêm noutra carrinha que também trará a bicicleta. Por isso é preciso combinar.

Depois desta, vamos esclarecer os organizadores destas coisas que nós queremos é percursos em círculo, com partida e chegada no mesmo local, porque isso facilita o transporte de cada um e até o banho, pois à chegada quem quiser pode ir tomar banho a sua casa.

Os Colegas Ciclistas alentejanos são a matilha do Divor, com o Joaquim Miguel, Piteira, Maurício e Carregeta aos comandos da operação. Também haverá fados e guitarradas se alguém levar viola e quiser cantar.

ACUALIZAÇÃO ÀS 10:18 HORAS DE 13.03.2010

1. O Torpedro - que vai formar equipa com No-Flats, Bibas e Carneiro - está aceite. Definitivamente.

2. O Kimbikes e o Colega dele (Sousa da Escola) estão aceites provisoriamente. Confirma-me essa porra, pá. Não podes continuar a ameaçar que vais mas ainda não sabes muito bem... Ou "coiso" ou sais de cima...

3. Ainda há lugares.

ACTUALIZAÇÃO SÁBADO (QUANTOS SÃO HOJE ?) ÀS 10:58)

1. O Kimbikes está confirmado.

2. Ainda temos 4 lugares.

quarta-feira, março 10, 2010

AUDAX - PONTO DA SITUAÇÃO

1. O nosso Capelão militar está mal das costas não vai pedalar. Leva o meu jipe. Sai cá de Lisboa pelo meio-dia e com o meu saco da roupa civil para depois do banho. Lá chegados, vamos almoçar a um local onde haja alentejanos pacíficos. Depois regressamos para Lisboa, podendo passar por Loures para deixar alguém que lá tenha o carro.

2. Por ordem de chegada dos comentários, tenho boleia para o Plastikman e para o Kimbikes. Só têm que no próprio dia ir de carro até Loures, deixam lá o carro, que à noite o jipe passa por lá. O saco da roupa para o banho têm de o trazer de véspera para eu o meter no jipe.

3. Confirmem rapidamente, para que em caso de não irem, alguém poder aproveitar a boleia.

4. Esclareço que 4 pessoas - incluindo o motorista - é o ideal. Significa 3 bicicletas na bagageira. E é preciso tirar rodas para caber tudo. O jipe tem barras longitudinais, mas as transversais com os 3 porta bicicletas estão no Bombarral com a mala de tejadilho montada. E eu não vou meter aquele mono todo que dá uma trabalheira do caraças, porque são montadas no friso da embaladeira e não nas barras longitudinais que não servem para nada é só para enfeitar...

5. Por isso, Vitor e Joaquim digam lá depressa como é, que há um casal que está á espera para saber se vai.

6. Outra coisa, hoje às 6:30 estava a treinar, ao raiar do dia. A ver se não chove para fazer um hora por dia antes do escritório.

ACTUALIZAÇÃO: ARREMATADO AO NO FLATS E À BIBAS por falta de manifestação de interesse dos preferentes indicados supra.

terça-feira, março 09, 2010

ARY DOS SANTOS


Cavalo à solta

Minha laranja amarga e doce
meu poema
feito de gomos de saudade
minha pena
pesada e leve
secreta e pura
minha passagem para o breve breve
instante da loucura.

Minha ousadia
meu galope
minha rédea
meu potro doido
minha chama
minha réstia
de luz intensa
de voz aberta
minha denúncia do que pensa
do que sente a gente certa.

Em ti respiro
em ti eu provo
por ti consigo
esta força que de novo
em ti persigo
em ti percorro
cavalo à solta
pela margem do teu corpo.

Minha alegria
minha amargura
minha coragem de correr contra a ternura.

Por isso digo
canção castigo
amêndoa travo corpo alma amante amigo
por isso canto
por isso digo
alpendre casa cama arca do meu trigo.

Meu desafio
minha aventura
minha coragem de correr contra a ternura.

José Carlos Ary dos Santos


O Pulanito postou sobre cavalos. Trouxe-me à memória
Ary dos Santos. Provavelmente até seria do Benfica
porque ele era tudo o que eu nunca fui.
Mas a poesia brotava dele com a competência do génio.

ALTA FINANÇA

Notícia daqui.

"A SAD do Benfica aprovou nesta segunda-feira por "unanimidade" um novo empréstimo obrigacionista de 40 milhões de euros, anunciou o administrador executivo, Domingos Soares Oliveira, no final de uma assembleia geral extraordinária, no Estádio da Luz, em Lisboa.

A emissão por oferta pública até ao valor de 40 milhões de euros foi justificada pela necessidade de financiamento do futebol "encarnado", até 2013, devido à actual "política de investimento na vertente desportiva", coincidindo com o mês de pagamento do anterior empréstimo obrigacionista, aprovado em Março de 2007, no valor de 20 milhões de euros."

Deixa-me adivinhar: em 2013 a mesma Sad vai emitir um novo empréstimo obrigacionista no valor de 80 milhões, para pagar este e juros - a 6% traduz 7,2 milhões - e financiar "a actual política de investimento na vertente desportiva" com o resto da massa.

E em 2017 vai ser de 160 milhões.

Fiz bem as contas, não fiz ?...




ALVERQUINHAS, OLÉ...

As quatro meninas da frente são do escalão de Infantis e obtiveram o Primeiro Lugar Colectivo no Campeonato Distrital de Obrigatórias em Patinagem Artística. Três Inêses e a Milene. Carinhosamente trato-as por Alverquinhas, pois treinam e são amigas do meu Vasco que também integra o escalão Infantil.
Este ano a ambição vai até ao título nacional por Equipas em Infantis. Para lá destas quatro meninas particularmente dotadas para a patinagem, a pontuação colectiva fica enriquecida pelos pontos obtidos pelo Vasco em masculinos e pelos pontos que o Vasco e uma das Alverquinhas vão obter na modalidade de Pares Livres. Só falta perguntar " A menina dança ?"
Para as Treinadoras e Dirigentes do F.C. ALVERCA vai daqui um incentivo e a garantia do empenho deste Pai - e também dos outros Pais certamente.
Uma saudação também para as restantes patinadoras que integram a fotografia, mas que pertencem a outros escalões. Beijinho para a Marta, a Filipa e as Joanas.

Alverquinhas olé, Alverquinhas olé, Alverquinhas olé....Ninguém para o Alverca ó é ó...

segunda-feira, março 08, 2010

CAMPEÃO

No próximo ano em substituição do tradicional emblema das Quinas, o campeão nacional vai usar este emblema.
Para quem não sabe, a petição pela verdade desportiva prevê que o emblema seja alusivo ao principal mérito da equipa vencedora.

ACADEMIA DO SEIXAL

É assim que se ganham campeonatos.

Com trabalho árduo nos túneis.

AUDAX, AT LAST


Ver mais aqui e aqui.

Fico feliz por ver aparecer por cá aquela subtil diferença no ciclismo de lazer que o torna numa actividade definitivamente inteligente.
Orgulho-me de ter sido dos primeiros a fazer isto de forma consciente. Embora por conta própria Foi assim que conheci na estrada o Pulanito, outro pioneiro. O Ruiruim também o fez de algum modo. O Pedro Vertical Alves e o Albano já fazem coisa um pouco diferente. Tremendamente mais difícil, claro. O Troia-Algarve é outra manifestação espontânea deste desejo de chegar sem querer saber quem foi o primeiro. O Frinxas, o No-Flats e restantes Ruuulaaas não é bem Audax que fazem - mas estes é pela idade e pelo excesso de testosterona. Quando pegam nas máquinas aquilo é a rachar pessegueiro. Se os Ruuulaaas formassem um grupo de forcados, coitado do bicho. O toiro era pegado e logo ali desmanchado e grelhado, com a Bibas e a minha Comadre a pôr a mesa e a fazer a salada, enquanto o som ambiente passava os últimos êxitos do Tony Carreira...(que inveja, seus sacanas, de eu não ter a vossa idade...).
Os meus amigos do Divor também fazem uma coisa parecida com as suas peregrinações a Compostela e a Tomar. Até tentámos um Lisboa-Entradas que permitiu a alguns passar a marca dos 200 Kapas pela primeira vez. Não por não serem capazes até ali, mas apenas porque nunca tinham pensado nisso.

Quando existia o cicloturismo no LA-Alumínios ainda entrámos numa coisa dessas com mais de 170 Kapas. Alverca-Ferreira do Alentejo, por Marateca. Fui naturalmente o último a chegar. Mas cheguei. Ali o único Audax fui eu. O resto da malta foi sempre a rachar (e muitos racharam e não chegaram).

O Audax permite gerir a forma física de cada um. O que interessa é recolher os carimbos no carnet nos controlos dentro do intervalo regulamentar e chegar ao fim antes do tempo limite. Que a folga é grande. Dá para parar, descansar e filosofar sobre o sentido da vida (esta é para mim), fazer fotografias (esta é para o Arioplano), meter uma mine (esta, ao cuidado do Pulanito), visitar uma amiga que se tenha numa das terras por onde passemos (esta ao cuidado do Ups e do Bernardo), visitar uma casa do Benfica (esta é para o Kimbikes), almoçar uma feijoada (esta é para o Plastikman) .

A classificação de resultados é proibida. E quem for para lá dizer que foi o primeiro a chegar faz figura de (e tira o natural proveito de ser) parvo.

Há um ano que não ando de bicicleta. Tenho duas semanas para treinar. Vou-me inscrever. Modéstia à parte, Audaxes daqueles já fiz alguns em solitário para e desde o Divor com mais Kapas. Só desanimei e deixei de lá ir porque os gajos escondem-se e deixam-me a comer as burras sózinho. E para comer sózinho, fico no Pereira que sempre aparece alguém interessante para fazer companhia.

Da forma como está o ciclismo profissional, é uma questão de tempo até os patrocinadores se transferirem para os Desafios Audax. Seria só uma questão de tempo se a estrutura federativa deixasse de olhar para o umbigo e para o candidato camarário mais elegível que garanta a subsistência da estrutura.

Sem saber ainda quem seja, quero enviar uma saudação especial a quem se meteu a organizar este pontapé de saída. Porque a partir daqui o Audax não vai parar.

Ainda falei na Federação nestas coisas mas nunca tive saída. Fui convocado para reuniões, isso sim, mas para discutir o assunto privado de um colega ciclista que andava a desafiar a polícia municipal de Oeiras no respectivo paredão. O que sendo um assunto sério, não justificava certamente a mobilização de tantos licenciados numa reunião. Tudo somado, era capaz de estar para ali alguns 60 anos de faculdade.

Lá nos encontraremos.

domingo, março 07, 2010

MOTO MAURÍCIO

sábado, março 06, 2010

FLAVIO E ARIOPLANO

Doc. Fotográfico nº 1 que corresponde a um esquentador em casa da Guilhermina cuja manga de escoamento de gases terá sido montada gratuitamente pelo arguido.

sexta-feira, março 05, 2010

TÚNEL DO MARQUÊS

O Túnel do Marquês só foi deixado acabar para permitir aos benfiquistas comemorar no Marquês o próximo campeonato. Parece que estão de tal modo habituados a fazer as coisas pelo outro lado que ao ar-livre à vista de toda a gente e sujeitos a câmaras de televisão já não sabem e atrapalham-se.

PULANITO ADERE

Pulanito, porventura o mais ecológico dos alentejanos à face da terra, - não incluímos os mineiros de Aljustrel, por razões óbvias - aderiu à moda das motas. Quadro em cortiça de carbono e motor a rato-rotação de uma única válvula automática para expulsão de gases. Esta espécie cine-energética é a tal que obrigou a desviar a auto-estrada do Sul da zona de Entradas para não perturbar o respectivo habitat. Consome um kilo de milho ao mês. Podem ser usadas cenouras de 98 octanas. Ar condicionado à frente e atrás.

BOM FIM DE SEMANA